9 de ago de 2010

AEON (Emanação)

15/09/01

Sois o sol
a luz, as trevas
Sois a água
o ar, as calamidades
Ages como rei
como servo, como astro
Ages como juiz
como mendigo, como homem
Vê as estrelas
o fogo, as tagíades
Vê os mortos
os corvos, Andrômeda
Sentes o vento no rosto
as lágrimas no olho, o sorriso nos lábios
Sentes o fétido hálito da morte
um frio na espinha, um nó na garganta
Temes como um rato
como os deuses, como um homem,
pois somente isso és tu
que age, vê, sente, teme e morre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário