9 de ago de 2010

JEH (Sabedoria)

10/10/01

O gamo saltou sobre o arbusto
e o caçador atento trespaçou-lhe o coração.
Ferido mortalmente o gamo segurou seu pranto
enquanto sorridente o caçador o alcançou.
Seus olhos se encontraram por um curto espaço de tempo,
tempo este que fo o suficiente para
ver-se o gamo nos olhos do caçador,
sentir pena de si próprio e morrer
foi tempo suficiente para ver o caçador
uma vida se esvaindo, e entender que
com um simples retesar do arco,
acabou-se o gamo, que nascerá livre,
ele sorriu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário