9 de ago de 2010

PAX

27/09/01

Negros foram os dias passados
tristes são os segundos presentes
incertas as horas vindouras
negras noites, sob chuva tropical
tristes dias de um azul enervante
incerta tarde de frio cortante
negro rio atravessei a nado
tristes campos andei a esmo
incerta floresta penetrei sem medo
Dias negros, incertos e tristes
Noites frias, chuvosas, enervantes
campos, florestas, rios caudalosos
passos vagos
coração fraco
medo, morte
renascer...
necessito sim é de silêncio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário