30 de nov de 2010

05/04/2002 - RETRATAÇÃO

Não tenho a pretensão de agradar
a ninguém com meus escritos
e possivelmente nem uma lágrima rolará
após muitos os terem lidos

Será para mim de extrema satisfação
se por acaso desperte um amargo sorriso
no seu íntimo adormecido
no seu Fechado coração...

Pois o que escrevo são meus sonhos
e não os chamo para sonhar comigo
escrevo por direito e dever

Por prazer traduzo meus sentimentos
satisfaz meu ego, meus pesares, meus lamentos,
não iludo-os com que penso
predisponho-me apenas a vos transmitir
uma parte de tudo que vejo

Nenhum comentário:

Postar um comentário