30 de nov de 2010

10/04/2002

  
Ao terminar o poeta seu lamento
Fez-se no recinto um estranho silêncio
paralizadas em seus cantos,
alguns presentes sorriam, outros choravam,
mas nem uma palma se ouvia.
Parecia que um anjo lhes revelara suas vidas
e o medo de se ver retratado numa poesia
invadira suas almas, e os transportara
num passado que o tempo não lhos acenava

Nenhum comentário:

Postar um comentário