9 de ago de 2010

ERROS

08/01/02

Nota-se que muito poucos tentaram
e poucos dos que muito tentaram, erraram
Errar por ter coragem, deixa de ser erro
mas esperar o momento certo sentado num
canto escondido não passa de oportunismo
mas pode vir a ser também o princípio
do declínio, a ladeira que nos arrasta aos
perímetros nefastos do inferno.
Deixar que o tempo passe sem ao menos
esforçar-se para ser digno da
humanidade que possui é o mesmo que
tomar um cálice de veneno, é negar-se
a cometer erros, tornando-se acertos,
aberturas para novos tempos
o princípio, o começo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário